//
you're reading...
Uncategorized

Reunião apresenta propostas para segurança nos acessos às escolas estaduais

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e o Comando de Policiamento Especializado (CPE) reuniram na tarde desta quinta-feira, 14, no Batalhão de Polícia Ambiental, com gestores das Unidades “Seduc na Escola” (USE’S) para discutir estratégias de segurança nos acessos às escolas da rede pública estadual.
Na ocasião, foi apresentado um relatório das ações do Comando referente ao combate a evasão escolar realizado com ênfase nas ruas próximas de shopping’s e as transversais da avenida Doca de Souza Franco. Os dados apresentados são do período de 14 de março a 08 de abril deste ano.
O major Leitão, responsável pela apresentação, pontuou que as abordagens têm como foco crianças e adolescentes que costumam ficar vagando pelas praças e cybers, que após o término das aulas não retornam para casa. No período, segundo o relatório foram realizados 1.205 ações, em forma de abordagens, vistorias e conduções nas próprias escolas, casas de show e bares. Todas as situações que envolveram jovens e adolescentes foram encaminhadas ao Conselho Tutelar dos bairros.

A promotora da vara da Infância e da Adolescência, Rosilene Lourinho, fez considerações sobre os casos que envolvem crianças e adolescentes, ressaltando que muitas vezes, a família se exime da responsabilidade e, que, quando o jovem chega a cometer a infração é “porque ele já chegou no limite e todas as instituições que deveriam trabalhar a situação falharam”.
A Seduc, por meio da Assessoria de Segurança Escolar, apresentou propostas com a intenção de restringir o acesso às escolas. A proposta apresentada aos gestores começa pelos portões, estes devem permanecer trancados. Os alunos devem acessar as escolas devidamente uniformizados. Em situações de aula extras, um comunicado entre a secretaria e a portaria identificará os alunos em horário especial.

Os servidores das escolas deverão acessar as dependências das escolas somente com identificação. No caso de ex-alunos e responsáveis, a proposta prevê agendamento prévio, no caso de busca de documentação. A Segurança Escolar determina evitar ao máximo a comercialização nas dependências da escola. Para identificar visitantes a proposta recomenda o uso de crachá de acordo com a cor do setor a ser visitado.
A proposta destina também atenção aos que usam bicicletas, carros e motos. Nos dois últimos casos está previsto o ingresso nas escolas apenas para servidores e com as placas fornecidas preliminarmente pela direção à portaria. Sobre as ocorrências no interior da escola, a recomendação é que sejam registradas na polícia e na SEDUC.


Texto: Izabel Cunha
Ascom/Seduc

Discussion

No comments yet.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: