//
you're reading...
Uncategorized

Projeto Melhores Práticas

HISTÓRICO

Entre as diversas iniciativas destinadas a fomentar o plano de desenvolvimento da Educação e a agilizar e aperfeiçoar o sistema de gestão existente, a Subsecretaria de Assuntos Administrativos – SAA do Ministério da Educação concebeu um projeto que possibilitou o conhecimento das “melhores práticas” existentes na Rede Federal de Educação.

Segundo este órgão, “melhores práticas” consiste em formas identificadas para a execução de determinada ação, processo ou projeto, com vistas à eficiência e eficácia e, conseqüentemente, à excelência em gestão.
Assim, o Projeto “Melhores Práticas na Rede Federal de Educação” tem como objetivo incentivar a cultura da excelência e da melhoria contínua, por meio do mapeamento e divulgação das melhores práticas implementadas no âmbito das Instituições Federais de Ensino – IFEs e dos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia – IFETs, em busca da obtenção de um desempenho superior.
Dentre as inúmeras áreas (possíveis de constatação de práticas interessantes na Rede Federal de Educação), foram priorizadas, para o presente Projeto, as seguintes categorias: Gestão de Pessoas, Recursos Logísticos e Eficiência do Gasto. 

Tal limitação, contudo, não descartou outras iniciativas igualmente relevantes que pudessem ser apresentadas no âmbito desse projeto que foram acolhidas pelo Comitê Gestor, ainda que não tenha sido abordado nenhum dos temas acima elencados.
Com o intuito de definir parâmetros de comparação entre as diversas práticas, os organizadores do Projeto solicitaram às Instituições que considerassem, essencialmente, os seguintes aspectos: objetivos, descrição da situação anterior à prática, descrição das etapas de implementação, obstáculos encontrados e soluções adotadas, métodos de monitoração de resultados, recursos utilizados para implementação da prática e principais resultados quantitativos e qualitativos alcançados.
É certo que, em resposta, os responsáveis pelas práticas se empenharam ao máximo em fornecer dados considerados suficientemente relevantes acerca das práticas. No entanto, é interessante notar que não houve uma uniformidade no trato que cada uma das instituições deu aos textos de detalhamento aqui reunidos.
De maneira geral, os aspectos sugeridos foram contemplados em quase todos os textos, cuja maioria introduziu, ademais, com muito bom discernimento, informações adicionais e anexos que enriqueceram o trabalho.

O que é o Projeto

São iniciativas inovadoras implementadas a partir das mudanças em práticas anteriores, por meio da incorporação de novos elementos da gestão pública ou de uma nova combinação dos mecanismos existentes, que produzam resultados positivos para o serviço público e a sociedade (ENAP, 2009)
São formas identificadas como melhores para executar uma ação, processo ou projeto, com vistas à eficiência e eficácia e, conseqüentemente, à excelência em gestão (SAA).

Objetivos do Projeto

  • Estimular o processo contínuo, positivo e pró-ativo de busca e divulgação das melhores práticas, visando à obtenção do desempenho superior (BENCHMARKING);
  • Incentivar a cultura da excelência e da melhoria contínua, por meio do mapeamento e disseminação das Melhores Práticas identificadas no âmbito das Instituições Federais de Ensino – IFEs e nos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia – IFETs;
  • Estimular o processo constante de busca e divulgação das melhores práticas, visando ao aperfeiçoamento do sistema de gestão das Instituições da Rede Federal de Educação; e
  • Valorizar o servidor, reconhecendo que cada prática desenvolvida resulta da dedicação, criatividade e experiência pessoal dos servidores envolvidos no planejamento e implementação das práticas.

Resultados esperados com a implementação do projeto

– Aperfeiçoamento da gestão;
– Maximização dos resultados nas atividades desenvolvidas pelas Instituições Federais de Ensino – IFEs, pelos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia – IFETs e Hospitais Universitários, por meio da otimização dos recursos empregados (materiais, financeiros e esforços).

O PROCESSO PARA A PARTICIPAÇÃO

a)      Cada instituição da Rede Federal de Ensino pode participar com quantas práticas desejaram.
b) As inscrições aconteceram em quatro categorias: gestão de pessoas, eficiência do gasto, recursos logísticos e outros.
c) Uma mesma prática pode contemplar mais de uma categoria, a critério da instituição.
d) A instituição interessada em inscrever práticas fez a pré-inscrição mediante preenchimento de uma ficha.
e) O período de inscrição foi de 25 de agosto a 15 de setembro de 2010.

f) Foram selecionadas as dez práticas consideradas mais relevantes e, foram realizadas visitas técnicas para conhecer detalhes das mesmas.
g) Destas dez práticas mais relevantes serão selecionadas as três melhores, que serão premiadas. A premiação será definida e divulgada no segundo semestre de 2011.
h) O processo de seleção foi realizado em cinco fases: inscrição, detalhamento, verificação, avaliação, comprovação.
i) Haverá o lançamento de publicação, por meio do hotsite, contendo as dez práticas consideradas mais relevantes
Maiores informações entrem em contato com: anesia.goncalves@mec.gov.br ou vera.lucia@mec.gov.br

Ficha de Pré-Inscrição

Apresentamos a Ficha de Pré-Inscrição criada pela Subsecretaria de Assuntos Administrativos e utilizada por servidores de Instituições da Rede Federal de Educação para manifestar seu interesse em participar do Projeto Melhores Práticas.

Nossos Parceiros e Colaboradores

  • Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura – UNESCO
  • Escola Nacional de Administração Pública – ENAP
  • Hospital Universitário da Universidade Federal de Alagoas
  • Fórum dos Diretores de Hospitais Universitários Federais
  • Fórum Nacional de Pró-Reitores de Planejamento e Administração das Instituições Federais de Ensino Superior – FORPLAD
  • Fórum de Planejamento e Administração dos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia – FORPLAN
  • Fórum Nacional dos Auditores Internos das Instituições Vinculadas ao MEC – FONAI

Discussion

No comments yet.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: